Nova pagina 1

Pagina Principal     Notícias     Mensagem     Humor     Fé e Religião     Galeria      Receitas     Chat     Emails Recebido     Artesanato     Cultura    

   Listas Telefônica online    Vídeo     Pagina do Zé     Fale conosco

 
Pagina Principal
Pagina Principal

Destaque

Notícias
Tabela da Copa
Chat
Fórum
Perguntas e Respostas
Sites de jornalismo
Mensagem
Emails Recebido
Artesanato
Humor
Cultura
Fé e Religião
Galeria
Vídeo
Conheça Santa Rita
Agenda
Receitas
Pagina de José Pereira
Listas Telefônica online
Lista  Telefônica, Paraná
Lista  Telefônica,  Sta Rita
Auxilio a lista telefônica
Enquête
Busca CEP
Tradutor
Pesquisa
Hora no mundo
Previsão do tempo
Cursos
Vende-se
Fale conosco
Fale com um amigo

Fale com Juari

WebMail
Admin
Link Católico
Diocese de Toledo
Dom Francisco, Bispo de Toledo
Busca Católica
Sites Pessoais
Colégio Estadual de Santa Rita D´Oeste
Jerônimo Mendes
Administradores
adecas.com.br
Sites de Noticias regionais
Visitantes Online
36
Contador de visitas
Previsão do tempo  Previsão mais dias
 

Nova pagina 1

 

ACONTECEU COMIGO

Salto das sete quedas

Eu trabalhava de cobrador de ônibus, quando os formandos de Santa Rita foram em turismo em visita as sete quedas,  Nesse dia havia muitos turistas, atravessando as pontes suspensas em cabos de aço, eu mais alguns colegas passávamos correndo, muitas pessoas nos xingavam por que tinham medo, mais nós nem ligávamos.

Depois de algum tempo voltei lá sozinho, querendo repetir a façanha, mais quando comecei a correr, a ponte começou a balançar de um jeito diferente ao longe eu via, fazendo como ondas, era porque a ponte estava vazia. Era o peso das pessoas deixava a gente correr em segurança, naquele dia quando havia muitos turistas, ainda bem que notei logo, mesmo achei assim que fosse tarde de mais. Quando procurei parar, a ponte batia em meus pés e me jogava para cima, de maneira que não conseguia mais parar, como a ponte balançava do lado também, muitas vezes quase caia fora, hora de um lado, hora de outro, eu via as águas barulhentas, correndo em alta velocidade, a queda seria fatal, psicologicamente eu já sentira a queda e a tentativa desesperada de sair nadando, mais aos poucos consegui parar, nessa hora eu já estava quase no meio da ponte, quando segurei nos guardas mão com muita força, fiquei por mais um tempo, até que diminuísse o balanço e voltei dali mesmo. Mais meus braços e minhas pernas estavam gelados, parecia que não tinha força o suficiente para segurar os cabos.

Já fora da ponte, fui olhar como os cabos eram fixado nas pedras, notei que eram bem fixados, mais os cabos tinha grande índices de ferrugem, enquanto olhava aquilo, tive um pressentimento e a visão de muitas pessoas caindo, aos gritos e morrendo nas correntezas, enquanto isso eu pensava vou sair daqui, vou denunciar, nos rádios, na televisão, a fim de evitar a tragédia.

Logo que sai dali esqueci de tudo o que havia acontecido, esqueci de denunciar também. Mais depois de um tempo, pelas 11 horas da manhã de um domingo estava bem tranquilo, quando ouço os rádios, anunciando uma tragédia, aquela ponte havia caído e muitas pessoas tinha morrido, Nesta hora lembrei-me que devia ter denunciado a ferrugem dos cabos, mais era tarde demais, senti imprestável, o pior dos assassinos.

Fiquei muito tempo carregando essa culpa, mais não podia fazer mais nada, descobri também que a gente faz o que pode, o que tem de ser, será. Nós não tempo o poder de mudar muitas coisas, embora devemos lutar, essa é nossa parte.  Do contrário não adianta por melhor que seja a intenção.

 escreva para mim   Voltar
 
Publicidade

PUBLICIDADE

Odontologia Santa Rita Fone 44 3648 1193     

Escritório Santa Rita Fone..44..3648..1101