Nova pagina 1

  

   Listas Telefônica online    Vídeo     Pagina do Zé     Fale conosco

adecas.com.br
Pagina Principal

Destaque

Notícias
Radio Adecas Online
Chat
Fórum
Perguntas e Respostas
Sites de jornalismo
Mensagem
Emails Recebido
Artesanato
Humor
Cultura
Fé e Religião
Galeria
Vídeo
Conheça Santa Rita
Agenda
Receitas
Pagina de José Pereira
Listas Telefônica online
Lista  Telefônica, Paraná
Lista  Telefônica,  Sta Rita
Lista  Telefônica, T. Roxa
Auxilio a lista telefônica
Enquête
Busca CEP
Tradutor
../Pesquisa
Hora no mundo
Previsão do tempo
Vende-se
Câmara dos  Deputados
Fale com um amigo
Admin
Link Católico
Diocese de Toledo
Dom Francisco, Bispo de Toledo
Busca Católica
Sites Pessoais
Colégio Estadual de Santa Rita D´Oeste
Jerônimo Mendes
Administradores
Sites de Noticias regionais
Visitantes Online
75

Contador de visitas

 
 
Previsão do tempo p/ próximos dias
 

 

 

 

Fórum de Mensagens Você reporter.

Postar Uma Nova Mensagem

Estupro - cultural ou individual? - 8 de Jun. de 2016
Postada por Pastor Adelar Osmar Borth
Estupro - cultural ou individual?

O termo “cultura do estupro” mais atrapalha do que ajuda. O alerta vem da RAINN (organização nos Estados Unidos que se traduz como Rede Nacional de Assistência à Vítimas de Estupro, Abuso e Incesto). A RAINN, num documento à Casa Branca em 2014, sugere que “nos últimos anos, tem havido uma infeliz tendência em acusar a ‘cultura do estupro’ pelo extensivo problema de violência sexual”. “É importante”, diz o texto, “não perder a noção de um fato simples: estupro é causado não por fatores culturais, mas por decisões conscientes, de uma pequena porcentagem da comunidade em cometer um crime violento”. O termo foi criado pelo movimento feminista, EUA, nos anos 70, a fim de defender que o estuprador pratica a violência sexual por culpa do contexto cultural onde a mulher sempre foi desvalorizada. O assunto é polêmico quando nos últimos dias ouvimos bastante a palavra “cultura” para explicar o caso da jovem violentada por vários rapazes no Rio de Janeiro.

Não há dúvida de que os costumes, a educação, e até a religião, podem influenciar a prática de coisas boas ou ruins, sobretudo no comportamento sexual. Mas, afirmar que a causa do estupro é cultural, livra o criminoso da culpa e transfere o problema às questões sociais, por vezes, com finalidades ideológicas e políticas. A violência, antes de qualquer natureza, é pessoal. O meio em que a pessoa vive apenas intensifica, mas o abuso é do agressor e o problema deve ser tratado individualmente, sem colocar todos e tudo no mesmo balaio. No tempo bíblico, quando os fariseus se resguardavam hipocritamente contra as “impurezas” espirituais de outras culturas, Jesus contestou, dizendo que “é do coração que vem os crimes de morte, os adultérios, as imoralidades sexuais...” (Mateus 17.19).

A violência do estupro é um ato imoral e a culpa é do indivíduo. O remédio está na cultura da Palavra que diz: “Marido, ame a sua esposa como Cristo amou a Igreja e deu a sua vida por ela” (Efésios 5.25). Onde o amor de Cristo é cultivado, há respeito com o corpo da outra pessoa.


Marcos Schmidt
marcos.ielb@gmail.com
Pastor da Igreja Evangélica Luterana do Brasil
Novo Hamburgo, 7 de junho de 2016
Colaboraçao- Pastor Adelar Borth

 

 

   

Respostas - Postar Uma Resposta
Não tem nenhuma resposta pra essa mensagem. Poste uma você!

 

Voltar às Mensagens  |  Postar uma Nova Mensagem

 

 

 
Publicidade

PUBLICIDADE

Odontologia Santa Rita Fone 44 3648 1193     

Escritório Santa Rita Fone..44..3648..1101
 
Rodape

adecas.com.br

Auxilio a lista

Enquête

Busca CEP

Cursos

Pesquisa

Prev. do tempo

 Fórum    Admin

 

Link Católico

Diocese de Toledo

Busca Católica

Prefeitura  T. Roxa

Sites Pessoaisa

Jeronimo Mendes

Sites de Noticias regionais

Política

www.adecas.com.br - Desenv. e mantido por ADECAS Associação de Desenv.. Cult. Artist. Artesan. de Santa Rita do Oeste