Nova pagina 1

  

   Listas Telefônica online    Vídeo     Pagina do Zé     Fale conosco

adecas.com.br
Pagina Principal

Destaque

Notícias
Radio Adecas Online
Chat
Fórum
Perguntas e Respostas
Sites de jornalismo
Mensagem
Emails Recebido
Artesanato
Humor
Cultura
Fé e Religião
Galeria
Vídeo
Conheça Santa Rita
Agenda
Receitas
Pagina de José Pereira
Listas Telefônica online
Lista  Telefônica, Paraná
Lista  Telefônica,  Sta Rita
Lista  Telefônica, T. Roxa
Auxilio a lista telefônica
Enquête
Busca CEP
Tradutor
../Pesquisa
Hora no mundo
Previsão do tempo
Vende-se
Câmara dos  Deputados
Fale com um amigo
Admin
Link Católico
Diocese de Toledo
Dom Francisco, Bispo de Toledo
Busca Católica
Sites Pessoais
Colégio Estadual de Santa Rita D´Oeste
Jerônimo Mendes
Administradores
Sites de Noticias regionais
Visitantes Online
36

Contador de visitas

 
 
Previsão do tempo p/ próximos dias
 

 

 

 

Fórum de Mensagens Você reporter.

Postar Uma Nova Mensagem

Filadélfia Capitulo XXXV - 24 de Out. de 2012
Postada por José Pereira
Em resposta à Filadélfia Introdução, postada por José Pereira

Voltei novamente ao céu, cheguei em um lugar, onde realizavam os julgamentos, muitos santos também tinham o poder de julgar e colaboravam com o julgamento. Uma enorme fila se formou e as pessoas eram chamadas pelo nome, não importando em que posição da fila estivesse.

Os que eram chamados depois de conversarem com os santos, que eram muitos os que eram encarregado de julgarem, eram encaminhados por um corredor, quando entravam não mais podiam ver. Jesus, Maria a mãe de Jesus também estavam ali e também julgavam os que os santos não podiam julgar. Os primeiros da fila que não eram julgados ou não passavam pelo julgamento eram encaminhado em um grande pátio que existia ali.

Eu também pretendia ser julgado, por isso permaneci muito tempo na fila, mais não fui chamado, depois deu um longo tempo, como se acabasse a paciência fui para aquele pátio, onde permaneci um longo espaço de tempo, olhando o que estava acontecendo.

Depois de resolvi voltar ao inferno, tinha um pouco de medo do que podia ver lá dentro, mesmo assim resolvi encarar, passei por aquela porta onde estava a velhinha, essa me deu um recipiente, para buscar água e falou água só uma vez. Peguei o recipiente e fui logo a fonte buscar água, do lado do caminho estava cheio de pessoas mal encaradas e pavorosas que dava medo armadas com enormes foices afiadas, montando guarda no caminho da fonte para que ninguém pudesse voltar a buscar água.

Passei por aquela gente mal encarada e pavorosa, rumo a fonte e voltei pelo mesmo caminho e cheguei em um pátio, onde havia muitas pessoas, que gritavam já com os recipientes vazios, água, água, água. Outros guardavam suas águas e não davam para ninguém, mesmo passando sede procuravam não beber e protegiam egoisticamente seus recipientes de água.

Quando vi aquilo peguei meu recipiente e despejava um pouco nas bocas daqueles, que gritavam pedindo água. Como o recipiente era pequeno logo acabou. Como já sabia o caminho da fonte resolvi voltar lá para buscar mais água, contrariando o me ordenara a velhinha. O problema era passar por aqueles homens mal encarados e apavorantes. Mais também imaginei, sou espírito e nada poderão fazer comigo, então topei a parada.

Quando entrei naquele caminho as foices eram arremessadas sobre mim, como uma verdadeira roçada. Assim foi até chegar na fonte e encher novamente o recipiente de água. Durante a volta aconteceu os mesmos ataques, até cheguei novamente naquele pátio.

Mais adiante vi como um enorme forno onde do lado do portão que estava fechado havia como guardião do forno, quando me aproximei pelos ruídos percebi que o forno fumegava em altas temperaturas. Esse guardião me disse, você não é bem vindo aqui e acrescentou, também estou a serviço do seu Deus.

Consegui penetrar em seus pensamentos e descobri o que ali se passava. O pátio era chamado o pátio dos medrosos. A fonte oferecia a água da vida, mais era só para os corajosos, porque aqueles homens realmente metia medo. Aquele forno era o forno de queimar pecados, mais ninguém era obrigado a entrar ali, porque ainda não passara por julgamento, mais a enorme sede, os obrigavam a tomar uma decisão, que normalmente eram entrar na fornalha, porque o caminho da fonte era realmente tenebroso, devido aqueles seres.

Não era o caso do porteiro, porque esse era um demônio esse sabia que algum dia teria de entrar no fornos ardente, por já fora julgado.
Onde tudo será queimado, restando apenas os germes que não morrerão nunca, mais voltarão ao princípio de todas, ali permanecerão, como nunca tivesse existido, por vossas vidas foram vã, ou vazias.

 

 

   

Outras Respostas - Postar Uma Resposta
 R1: Filadélfia Capitulo I (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R2: Filadélfia Capitulo II (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R3: Filadélfia Capítulo III (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R4: Filadélfia Capítulo IV (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R5: Filadélfia Capitulo V (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R6: Filadélfia Capitulo VI (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R7: Filadélfia Capitulo VII (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R8: Filadélfia Capítulo VIII (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R9: Filadélfia Capitulo IX (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R10: Filadélfia Capitulo X (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R11: Filadélfia Capitulo XI (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R12: Filadélfia Capitulo XII (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R13: Filadélfia Capitulo XIII (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R14: Filadélfia Capitulo XIV (José Pereira - 21 de Out. de 2012)
 R15: Filadélfia Capitulo XV (José Pereira - 22 de Out. de 2012)
 R16: Filadélfia Capitulo XVI (José Pereira - 22 de Out. de 2012)
 R17: Filadélfia Capitulo XVII (José Pereira - 22 de Out. de 2012)
 R18: Filadélfia Capitulo XVIII (José Pereira - 22 de Out. de 2012)
 R19: Filadélfia Capitulo XIX (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R20: Filadélfia Capitulo XX (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R21: Filadélfia Capitulo XXI (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R22: Filadélfia Capitulo XXII (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R23: Filadélfia Capitulo XXIII (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R24: Filadélfia Capítulo XXIV (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R25: Filadélfia Capitulo XXV (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R26: Filadélfia Capitulo XXVI (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R27: Filadélfia Capitulo XXVII (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R28: Filadélfia Capitulo XXVIII (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R29: Filadélfia Capitulo XXIX (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R30: Filadélfia Capitulo XXX (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R31: Filadélfia Capitulo XXXI (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R32: Filadélfia Capitulo XXXII (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R33: Filadélfia Capitulo XXXIII (José Pereira - 23 de Out. de 2012)
 R34: Filadélfia Capitulo XXXIV (José Pereira - 24 de Out. de 2012)
 R35: Filadélfia Capitulo XXXVI (José Pereira - 24 de Out. de 2012)
 R36: Filadélfia Capitulo XXXVII (José Pereira - 25 de Out. de 2012)
 R37: Filadélfia Capitulo XXXVIII (José Pereira - 25 de Out. de 2012)
 R38: Filadélfia Capitulo XXXIX (José Pereira - 25 de Out. de 2012)
 R39: Filadélfia Capitulo XL (José Pereira - 26 de Out. de 2012)
 R40: Filadélfia Capitulo XLI (José Pereira - 27 de Out. de 2012)
 R41: Filadélfia Capitulo XLII (José Pereira - 28 de Out. de 2012)

 

Voltar às Mensagens  |  Postar uma Nova Mensagem

 

 

 
Publicidade

PUBLICIDADE

Odontologia Santa Rita Fone 44 3648 1193     

Escritório Santa Rita Fone..44..3648..1101
 
Rodape

adecas.com.br

Auxilio a lista

Enquête

Busca CEP

Cursos

Pesquisa

Prev. do tempo

 Fórum    Admin

 

Link Católico

Diocese de Toledo

Busca Católica

Prefeitura  T. Roxa

Sites Pessoaisa

Jeronimo Mendes

Sites de Noticias regionais

Política

www.adecas.com.br - Desenv. e mantido por ADECAS Associação de Desenv.. Cult. Artist. Artesan. de Santa Rita do Oeste